Fortaleza grega descoberta em Jerusalém


Compartilhar
Fortaleza grega descoberta em Jerusalém

Foto: Assaf Peretz

Arqueólogos israelenses dizem  ter encontrado os restos do Acra, uma fortaleza construída pelo rei Antíoco IV  a mais de 2.000 anos atrás. A fortaleza era procurada por arqueólogos há mais de 100 anos.

Mencionada em fontes bíblicas judaicas e por historiadores como Flávio Josefo, a fortaleza foi desenterrada após 10 anos de escavações sob um estacionamento em Jerusalém.

Com a descoberta fica esclarecido um dos maiores mistérios arqueológicos de Jerusalém”, disse a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA). Os arqueólogos desenterraram uma seção de uma parede maciça, que dizem ter sido  a base de uma imponente torre medindo 250 metros de comprimento e 60 metros de largura. Além disso, a parte externa da parede foi revestida com camadas de solos, pedra e gesso.

A ladeira escorregadia foi construida para manter os invasores longe. Moedas que datam do reinado de Antíoco IV para o de Antíoco VII e jarros de vinho importados da região do Egeu também foram desenterrados, fornecendo provas da cronologia da cidade, bem como a identidade de seus habitantes.

Entre as ruínas, os arqueólogos também descobriram estilingues de chumbo, pontas de flechas de bronze e pedra, todas as catapultas estampadas com um tridente, que simbolizava o reinado de Antíoco Epifânio (215-164 a.c).

A fortaleza resistiu a todas as tentativas de conquista e apenas em 141 a.c  foi conquistada pelo rei Hasmonean Simon Macabeu, após um longo cerco ea fome dos defensores gregos. “Esta descoberta sensacional permite-nos pela primeira  para reconstruir como era a Cidade, na véspera da revolta dos macabeus, em 167 ac”, disseram os arqueólogos.(Discovery

Comentários: